O risco concreto de propagação do COVID-19 no falido sistema prisional brasileiro

É fato público e notório que o Brasil possui a terceira maior população carcerária do mundo; que seus presídios são superlotados, insalubres, imundos, úmidos, com facilidade de proliferação de doenças infectocontagiosas, sem iluminação e ventilação; que as unidades prisionais representam risco e perigo constante à saúde dos presos, além da falta de acesso a atendimento... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑